Semalt Expert: Surefire maneiras de proteger um site contra hackers

A maioria das pessoas pensa que seu site não tem nada de importante para ser invadido. Um site pode ser comprometido por um hacker para usar o servidor para transmitir spam ou usá-lo como um servidor temporário para hospedar arquivos ilegais. Os hackers têm como alvo os servidores de sites para minerar bitcoins, agir como botnets ou exigir ransomware. Os hackers usam scripts automatizados para violar a Internet na tentativa de explorar vulnerabilidades no software.

Abaixo estão algumas dicas preparadas por Igor Gamanenko, gerente de sucesso do cliente Semalt , para proteger você e seu site.

Software atualizado

O software operacional do servidor e qualquer software de suporte devem ser atualizados regularmente. Qualquer vulnerabilidade no software oferece aos hackers uma brecha mais fácil para manipular e manifestar seus motivos negativos. Se uma empresa de hospedagem gerencia seu site, você não precisa se preocupar, pois a empresa anfitriã deve cuidar da segurança da web. Todos os aplicativos de terceiros devem ser atualizados regularmente para aplicar novos patches de segurança.

injeção SQL

Os hackers usam ataques de injeção para manipular o banco de dados de um site. O uso do Transact SQL padrão facilita a inserção inadvertida de códigos maliciosos em uma consulta que pode ser usada para manipular tabelas ou excluir dados. Para evitar isso, sempre use consultas parametrizadas como a mostrada abaixo:

$ stmt = $ pdo-> prepare ('SELECT * FROM tabela WHERE coluna =: valor');

$ stmt-> execute (array ('valor' => $ parâmetro));

Script entre sites

Essas formas de ataque injetam códigos JavaScript desonestos na página da Web, que é executada nos navegadores da Internet anonimamente, e podem alterar o conteúdo da Web ou roubar informações confidenciais para serem devolvidas ao hacker. Um administrador de site deve garantir que os usuários não possam injetar com êxito o conteúdo JavaScript em sua página. O uso de ferramentas como a Política de Segurança de Conteúdo direciona o navegador da Web a limitar como e qual JavaScript é executado na página.

Mensagens de erro

O administrador do site deve ter cuidado com as informações exibidas nas suas mensagens de erro. Forneça apenas erros limitados a seus usuários, para garantir que eles não forneçam dados secretos em seus servidores, como senhas ou chaves de API.

Senhas

É extremamente importante usar senhas complexas para acessar a seção de administração de servidores ou sites. Os usuários também devem ser incentivados a usar senhas fortes para proteger suas contas. Uma combinação de letras maiúsculas, minúsculas, números e caracteres especiais constitui uma senha segura. As senhas devem ser armazenadas usando o algoritmo de hash. A segurança do site pode ser aprimorada usando um sal novo e exclusivo por senha.

Uploads de arquivos

Para impedir uma tentativa de invasão, é recomendável evitar o acesso direto aos arquivos enviados. Qualquer arquivo carregado no seu site deve ser armazenado em uma pasta separada fora do Webroot. Um script diferente deve ser criado para buscar os arquivos da pasta particular e utilizá-los no navegador.

HTTPS

É um protocolo que fornece segurança através da web. Garante aos usuários que eles estão acessando o servidor que esperam e que nenhum hacker pode interceptar o conteúdo que está em trânsito. Um site que suporte cartões de crédito ou outras formas de pagamento deve usar cookies autênticos enviados com qualquer solicitação do usuário. Isso ajuda a autenticar as solicitações, impedindo ataques.

Use ferramentas de segurança do site

Depois de executar todas as medidas acima, é crucial testar a segurança do site. É melhor executada com o uso de ferramentas de teste de penetração, que incluem Netsparker, OpenVAS, Security Headers.io e Xenotix XSS Exploit Framework. Os resultados do uso das ferramentas apresentam uma ampla gama de preocupações em potencial e possíveis soluções avançadas.